background

Área de atuação

Conheça as nossas Soluções Logísticas

Aumento do frete chega a 29% devido às altas dos combustíveis. Entenda!

NTC & Logísticas define o cenário atual como crítico para transportadores.

As expectativas de preços menos voláteis pós-pandemia não se concretizaram. Com isso, o aumento dos fretes pode chegar a 29% devido à alta no preço dos combustíveis. O novo reajuste foi anunciado pela Petrobras, no dia 10 de março, que elevou para 18% o preço da gasolina e 25% o do diesel. Esse cenário é fruto da guerra entre a Rússia e a Ucrânia que eleva o preço do barril causando um impacto maior no diesel, prejudicando vários setores do mercado, entre eles os transportadores, já que a malha rodoviária é responsável por 60% do transporte de produto no Brasil.

O Conselho Nacional de Estudos em Transporte (CONET) da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC & Logística) se pronunciou por meio de uma nota afirmando a necessidade da recomposição do frete devido ao aumento dos insumos dos transportes.

“O aumento de hoje do preço do diesel, da ordem de 24,9%, acarreta a necessidade de reajuste adicional no frete de, no mínimo, 8,75%, fator este que deve ser aplicado emergencialmente nos fretes, acumulando um reajuste total de 28,96% na carga fracionada e 28,82% na carga lotação. A NTC & Logística reitera a importância do transportador negociar a inclusão nos contratos antigos e colocar nos novos contratos um gatilho para os aumentos do diesel”, diz o texto.

Como previsto por especialistas, o consumidor final também sofre com os ajustes, já que esses custos serão repassados para a indústria e o comércio. Assim, medidas e ferramentas que diminuem o tempo dos processos das empresas de transportes de cargas são ações que podem ajudar nesse novo cenário.

13 reajustes em 1 ano

Desde janeiro de 2021, a Petrobras reajustou o preço da gasolina e do diesel 13 vezes. O último, realizado em 11 de março de 2022, foi o maior do ciclo de altas da estatal. A quantidade de aumentos foi confirmada pelo Observatório Social da Petrobras (OSP), organização ligada à Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).

De acordo com a Petrobras, o último anúncio elevou o preço da gasolina em 18,7% e do diesel S-10 em 24,9%, confirmando a tendência de aumentos devido a tensão no continente Europeu. Somente em 2022, já é a segunda vez que a companhia aumenta os valores dos combustíveis mais importantes para a mobilidade no nosso país. O primeiro aumento se deu em 12 de janeiro deste ano, com alta de 4,9% no preço da gasolina e 8,1% no do diesel S-10.

Segundo a expertise dos especialistas da Rorika, esses aumentos impactam diretamente o preço do frete rodoviário no Brasil, uma vez que a malha de transportes por caminhões corresponde a 60% dos transportes de todos os produtos no país. Isso pode acarretar ainda um aumento no fluxo de transportes ferroviários, que, atualmente, são responsáveis por 20% de toda a movimentação de produtos e matérias-primas.

Efeitos do conflito entre a Rússia e a Ucrânia

A atual guerra ente Rússia e Ucrânia gerou turbulências mundiais, a economia foi fortemente afetada pelos conflitos, já que os principais produtos de exportação em que a Rússia se concentra são bens estratégicos como gás, petróleo, grãos e fertilizantes. Com as sanções mundiais decididas pela ONU e algumas decisões tomadas pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, as relações de exportação do país foram cortadas entre a maioria dos países.

A Rússia era o terceiro maior exportador de petróleo do mundo, atualmente o mercado internacional de petróleo e gás natural enfrentam a maior turbulência desde a década de 1970. Outro setor que sofre é o mercado de grãos, os dois países representam 29% das exportações de trigo e 19% das de milho, de acordo com o banco JP Morgan, além do impacto que o mercado de fertilizantes sofreu, pois o país era um dos maiores exportadores de fertilizantes. Com as sanções, os setores alimentício e agronômico sofrem com as altas nos valores de compra e de exportação do fertilizante vindo de outras países.

Gostou da notícia? Continue conosco para se informar das principais notícias que envolvem a economia. Fique ligado no blog e aproveite para tirar dúvidas com o nosso time de atendimento ou ajudar com cotações. Basta clicar aqui para falar com algum deles.

Recorde nas exportações de café em 2020

O ano de 2020 trouxe grandes números para o segmento agro, em ritmo forme de exportações, o café brasileiro bateu recorde, chegando a 44,5 milhões de sacas de 60 kg.

Esse crescimento, comparado a 2019, foi de 10,2%, e a explicação para esse crescimento vem pela demanda de consumo da bebida nos lares, com a pandemia as cafeterias ficaram fechadas em boa parte do ano, e isso fez com que as pessoas mudassem a dinâmica de consumo do café.

E as expectativas continuam altas para esse ano, isso porque as vendas online tem crescido. E se você está buscando investir na exportação do café brasileiro, a Rorika Logística tem as soluções completas para cuidar de todos os trâmites logísticos que as remessas necessitam.

Exportações de painéis de fibras

As exportações de painéis de fibra e e partículas de madeira tiveram no total um aumento pouco expressivo em 2020, apenas 1,5% comparado ao ano anterior.

Porém dois compradores entre os 155 países, foram os que se destacaram como maiores compradores desses produtos em 2020, a China teve um aumento de 50,7% e os Estados Unidos uma alta de 24,2% nas exportações.

Se você está pensando em investir na exportação desses produtos, a Rorika possui forte atuação nos dois países, o que garante as melhores condições, entregas mais rápidas e a melhor relação custo-benefício.

Beneficiamento e fabricação de produtos do arroz

Você sabia que o arroz brasileiro é um dos alimentos mais importantes para o país?

E não é só para o Brasil, pois, no último mês, as exportações do arroz alcançaram 80,6 mil toneladas porque o arroz é matéria prima para a fabricação de produtos como:

Sucrilhos;
Bebidas fermentadas;
Vinagre;
Biscoitos;
Vinho;
Cerveja;
Ração;
Óleos;
Concentrado de Proteínas, entre outros.

O setor alimentício se beneficia da variedade desses produtos e a economia também cresce por conta da demanda desses produtos. Por isso se você pensa em exportar, a Rorika Logistics tem expertise no frete internacional e na gestão de toda a cadeia logística

Fale com nossa equipe para conhecer as nossas vantagens!

Importação de equipamentos e suprimentos de informática

A procura por reparos e componentes de informática teve alta durante a pandemia, isso porque, com o isolamento social, boa parte das empresas tiveram que se adaptar ao modelo de trabalho Home Office.

Com essa mudança repentina, nem todo trabalhador tinha a estrutura adequada para desempenhar suas atividades remotamente, e isso foi o que fez com que a demanda do comércio de equipamentos de informática aumentasse.

Se você está pensando em investir nesse segmento que continua em alta, a Rorika Logistics é especialista na importação dos produtos de informática. Basta falar com nossa equipe para conhecer todas as nossas possibilidades para o seu negócio!

Exportação de produtos do setor de higiene e beleza

Em 2020, o setor nacional da Beleza (Higiene, Perfumaria e Cosméticos) atingiu a marca de US$ 23,4 milhões em exportações, um crescimento de 5,8% nas vendas em comparação a 2019.

Tal crescimento se deu pela crise que o mundo enfrentou em 2020. Com isso, houve redução nas importações de produtos desse setor, o que levou o Brasil a exportar seus produtos em grandes quantidades para outros países.

Os principais destinos dessas exportações são os países da América Latina, liderados pela Argentina, Chile e México.

Se você tem planejado investir na exportação dos produtos de beleza como estes, dos subsetores de higiene, perfumaria e cosméticos, a Rorika Logistics é referência em cuidar de toda a logística dessas remessas, gerenciando toda a operação até a carga chegar ao seu destino final. Consulte-nos!

Importação de máquinas para terraplanagem, mineração e construção

A indústria de máquinas e equipamentos teve um crescimento de 38,5% só em janeiro de 2021, em comparação com o mesmo período do ano passado!

O forte crescimento no faturamento de máquinas e equipamentos se dá pelo aquecimento dos segmentos agropecuário, de minério e da construção civil, que têm retomado suas atividades após a crise causada pela pandemia.

Por isso, se você está pensando em investir na importação de máquinas e equipamentos, a Rorika Logistics cuida de toda a operação logística dessas importações. Entre em contato com nossa equipe para conhecer todas as nossas possibilidades!

Unidades

  • +55 11 5056-9300
  • E-mail: comercial@rorika.com.br
  • Endereço: Avenida Aratãs, 1104 – Indianópolis CEP: 04081-005 - São Paulo - Brasil